Como foi o lançamento do Traços de Valor em São Paulo

Entendemos o projeto Traços de Valor como uma causa multisetorial em prol da valorização do design nacional. Iniciamos pelo calçado, lançado oficialmente dia 12 de janeiro de 2015, em São Paulo, durante a Couromoda.

Neste dia, às 15 horas, estava marcado o evento de lançamento. Eram 14:50 horas e não havia chegado muita gente. Tínhamos programado um brinde com espumante para 100 pessoas. Deu um frio na barriga e uma vontade de pegar um megafone e gritar para que todos deixassem de fazer o que estavam fazendo e viessem correndo para o evento. Mas em poucos minutos a situação se inverteu positivamente. Chegaram muitos estilistas que foram retratados nesta edição, acompanhados de diretores da fábrica, alguns com equipe de marketing, fotógrafos próprios e demais membros da equipe. Os garçons chegaram com garrafas e taças na mão e as sessões de fotos começaram, na frente do painel específico do lançamento. Muitos flashes, fotos coletivas, animação, cumprimentos e reencontros. Por poucos minutos ninguém era concorrente e sim estilistas engajados em uma única causa: a defesa do design brasileiro. Foi um clima muito alegre e positivo.

Mas, desde o dia 11 de janeiro, primeiro dia de feira, as 25 obras de arte estavam sendo apresentadas para a mídia e para o público visitante da feira. O espaço Traços de Valor ficou ao lado da passarela de desfiles, setor da feira conhecido como Couromoda Fashion Show. Calculamos que durante os 4 dias de feira devemos ter recebido pelo menos 2000 pessoas. De todas as pessoas que passaram, tivemos 467 votos na urna depositados, onde cada um elegeu até 3 obras de arte que mais lhe encantaram, por critérios individuais de cada visitante.

Tivemos muitas visitas importantes na exposição, que podem potencializar a mensagem do Traços de Valor. Esperamos usar cada plataforma destas em 2015. Foram dias cansativos, de exaurir o físico de ficar literalmente mais de 10 horas em pé, com direito a 5 minutos de almoço e 5 minutos de banheiro. Mas o que nos gratificou foi ter atendido a nossa promessa com os patrocinadores que acreditaram no projeto, Couromoda, Abicalçados e Patrus Transportes, bem como dar a atenção e o devido reconhecimento aos 25 estilistas que nos receberam em seus ambientes de trabalho neste projeto inédito no Brasil. Receber deste grupo, patrocinadores e estilistas, elogios sinceros que gerenciamos o projeto de forma profissional e que surpreendeu as expectativas deles, é algo de extremo valor e que nos encoraja a seguir em frente.

Mas como tudo na vida, chega o momento do fim. Retirar a primeira cuba de vidro de uma das 25 obras de arte e ver o pessoal chegar para começar a desmontar o espaço representa bem a forma etérea da arte da moda, onde em um momento está presente e em outro não está mais. Chega dar dó de ver algo tão belo, como estava a exposição, ser desmanchada em poucos minutos. O que nos anima é que em poucas semanas estaremos novamente com a exposição Traços de Valor em algum lugar do Brasil, pois a arte deve ser admirada sob a luz do dia, tornando o design nacional cada vez mais reconhecido e valorizado no mundo.

E foi assim que demos o primeiro passo deste importante e inédito projeto. Começamos a escrever os primeiros traços de valor, nesta rica história que iremos contar aos poucos neste blog. 

TAGS: